Pages Menu
Categories Menu

Posted in Viagens

Barcelona – A capital da Catalunha

Barcelona – A capital da Catalunha

Barcelona é uma das principais cidades turísticas da Europa. Em diversos aspectos, sejam culturais, históricos, esportivos, econômicos, Barcelona tem seu destaque no cenário internacional. Há quem possivelmente não conheça a fundo sua história ou cultura, mas ao menos já ouviu falar de seu fantástico clube de futebol, o clube homônimo que sempre conta com estrelas mundiais ou lembra-se das Olimpíadas que em 1992 foram sediadas na cidade.

Image do Santuário da Sagrada Família - Em Construção

Sagrada Família – Em Construção

Uma breve história sobre Barcelona – A cidade é a segunda maior da Espanha, sendo atualmente uma área metropolitana com mais de 5 milhões de pessoas. Situada às margens do Mediterrâneo, é margeada por dois rios, o Llobregat e o Besós, tendo a oeste a Serra de Collserola.

Os primeiros sinais de povoamento da região remontam ao ano 2000 AC, época em que os laietanos ocupavam a região. A mitologia atribui a fundação da cidade a Hércules, considerando-a pelo menos 400 anos antes de Roma. Ao longo do tempo, foi ocupada pelos cartagineses e pelos gregos, depois pelos romanos, que ali fizeram uma fortificação militar. No século II foram construídas muralhas em torno da então pequena cidade que, no século III tinha cerca de 8 mil habitantes. Após o Império Romano, Barcelona foi ainda ocupada pelos visigodos e pelos árabes, que ali fundaram um reino muçulmano.

Barcelona teve um grande período de decadência, a partir do século XIV, passando por períodos turbulentos, com diversas guerras, retomando seu crescimento somente no fim do século XVIII, quando teve início o período de industrialização, chegando ao século XX como um dos centros mais avançados da Espanha, e sendo a sede de exposições universais, em 1888 e 1929.

Imagem de Barcelona a partir de Tibidabo

Barcelona a partir de Tibidabo

Depois de um breve período de nova queda, durante a ditadura franquista, Barcelona retomou novamente a recuperação, com uma fase de desenvolvimento cultural e urbanístico, tornando-a uma metrópole moderna, cosmopolita e com muitos atrativos turísticos. Dentro desse plano de expansão, Barcelona abrigou os Jogos Olímpicos de Verão de 1992 e o Fórum Universal das Culturas, em 2004.

A herança histórico-cultural de Barcelona – Barcelona é hoje uma cidade marcante, com encantos únicos que fazem o turista se apaixonar ao primeiro encontro. Muito desses atrativos são frutos da criatividade e ousadia de arquitetos famosos, como Domènech i Montaner e Gaudi, que projetaram construções das mais extravagantes, como o Palau de La Música Catalana e a Casa Milá.

Imagem da Casa Milá - externo

Casa Milá

O Bairro Gótico é um dos pontos históricos mais preservados, com ruelas estreitas e escuras, porém cheias de vida, mostrando charme e vanguarda cultural. A orla marítima, antes tão negligenciada, hoje atrai os turistas com opções culturais das mais variadas, em Port Vell, além das praias agradáveis, banhadas pelo Mediterrâneo.

Um dos centros turísticos mais visitados é o Montjuic, que possui excelentes museus, o castelo de Barcelona e as instalações dos Jogos Olímpicos de 1992, como o estádio e o Palau San Jordi.

Image da Praça em Montjuic

Montjuic

Como mencionamos inicialmente, Barcelona ainda abriga um ícone dos esportes, o FCB Futbol Club Barcelona, fundado em 1899 o time de futebol é o símbolo do orgulho e da criatividade dos catalães, do seu espírito aguerrido e altivo e do amor que sentem por sua terra. Seu estádio é um caso a parte, o Camp Nou é um verdadeiro monumento, uma parada obrigatória para os fãs da história do futebol, nele existe um museu e diversas opções de visitas orientadas onde você pode conhecer mais sobre a história do famoso clube catalão e ver sua gigantesca sala de troféus.

Imagem parcial do Camp Nou

Camp Nou

Para quem aprecia a arte, nada tem um poder de atração maior que o templo da Sagrada Família, ainda inacabado, mas transcendendo a religião, trazendo à tona o grande gênio de Gaudi e de muitos outros artistas que ali trabalharam.

Com relação à gastronomia, nem é preciso se preocupar. Muito mais que uma cidade cercada por arte e cultura, além de ser um museu a céu aberto, Barcelona também é famosa pelos pratos típicos da famosa dieta mediterrânea, plena de produtos saudáveis e de frutos do mar que alimentam o corpo e a alma. Há também diversas opções de comida estrangeira, pois como Barcelona é uma cidade portuária, recebeu muitas influencias de diversas outras culturas, é possível encontrar diversos restaurantes de comida árabe, italiana, asiática e até brasileira, caso dê saudade de um arroz e feijão.

Pouco se pode comentar: é preciso conhecer Barcelona e verificar com os próprios olhos a importância dessa cidade monumento, repleta de obras primas e de atrações para todos os gostos.

Como chegar a Barcelona – Chegar a Barcelona por via aérea é mais prático através de voos que passam por Lisboa ou Madri, onde há muitas conexões disponíveis. Os voos do Brasil geralmente pousam em El Prat, na cidade vizinha de Llobregat. Dali até Barcelona pode-se tomar o Aerobus, uma linha circular, podendo também se utilizar táxis e van, que fazem o percurso.

Imagem de Estação de Trem em Barcelona

Estação de Trem em Barcelona

Para quem estiver em outras cidades espanholas, também há a opção de carro, já que a Espanha é provida de estradas excelentes, ou de trem expresso AVE, por vezes bem melhor que voos, já que o percurso entre o aeroporto e Barcelona leva mais de 30 minutos.

O turista, em Barcelona, não precisa se preocupar muito com a criminalidade, sendo uma cidade bastante segura, com bom policiamento em todas as ruas. O único problema, como em todos os grandes centros, acaba sendo o furto.

A moeda utiliza na Espanha é o Euro e, da mesma forma que em outros países europeus, o custo de vida é bem alto que no Brasil, o que demanda do turista um pouco de cuidado com relação aos custos.

Os encantos de Barcelona, no entanto, superam toda e qualquer dessas pequenas dificuldades. É uma cidade que merece ser vista, admirada e, principalmente, compartilhada com os milhares de turistas que a visitam anualmente.

Mais no Matéria Escura

Sevilha – A capital da Andaluzia

Granada – A Espanha dos Mouros

Lisboa, Porto e Madeira – Sem o medo do idioma

Logo Matéria Escura

Pin It on Pinterest

Shares
Share This