Pages Menu
Categories Menu

Posted in Esportes, Jogos Olímpicos

Judô – Rio 2016

Judô – Rio 2016

A origem do Judô data de 1882, quando foi criado pelo professor Jigoro Kano, no qual seu objetivo era criar uma arte marcial que desenvolvesse bem mais que o físico, mas também o espirito e a mente, o que faz desse esporte uma modalidade de defesa pessoal muito nobre. Sendo inclusive utilizada para treinamento de defesa para tropas do exercito japonês.Lutadores de Judô

No Brasil o precursor foi o mestre Takaharu Saigo, que ensinava a arte marcial em São Paulo em 1910. Mestre Saigo ganhou destaque por todo o país, chegando a se apresentar para personalidades artísticas e políticas.

Os princípios do judô – Diferentemente do que muitos pensam, o judô é considerado um esporte pouco agressivo, pois mesmo sendo uma arte marcial não faz nenhuma alusão ou inspiração à violência. A sua importância é notória para a formação do caráter dos seus praticantes, pois além de formar atletas, o esporte forma pessoas melhores e isso tem um grande valor para qualquer sociedade moderna.

A graduação do judô é um tanto quanto difícil e bem disputada. Cada esportista vai subindo de nível e faixa conforme uma série de exames e testes, que se baseiam em duração de treinos, técnicas, conhecimento das regras e caráter, o que mais uma vez, diferencia o judô de outros esportes.

A graduação é diferenciada pela coloração das faixas e em duas categorias. A primeira é o Kyu, que são para os iniciantes, enquanto o Dan são os peritos. A categoria Kyu se inicia na cor branca e terminam na marrom, enquanto a Dan começa na preta e finaliza na vermelha.Faixas Coloridas - exceto a preta

Muitas pessoas imaginam que a última faixa a se atingir no judô é a preta, porém é um erro, uma vez que a preta representa sim um alto grau no judô, mas não é o maior. A faixa preta é a primeira a se atingir na categoria Dan e vai ganhando mais cores, até chegar na última, a vermelha.

O objetivo do judô é vencer o adversário com o golpe perfeito, o Ippon, ou através da somatória dos pontos. O Ippon consiste em colocar as costas do adversário no chão ou imobilizar o oponente por 20 segundos.

Como em toda arte marcial, o judô utiliza categorias de peso para dividir os atletas de maneira mais justa, onde um competidor deve manter um peso especifico, para lutar em uma categoria.

O judô passou a ser um esporte olímpico a partir de 1964 nas Olimpíadas de Tóquio, no Japão, não concidentemente o berço do judô mundial.

Os desafios do Judô brasileiro nas Olimpíadas do Rio 2016 – Quando se especula sobre as possibilidades e o desempenho do Brasil nas Olimpíadas do Rio 2016 fica evidente que grande parte das esperanças de conquista de medalhas de nossa delegação esta depositada na equipe do judô.

A evolução da equipe é notória e como nunca visto antes, temos chances reais de conquista de medalhas em todas as 14 categorias, representadas por ambos os sexos. Isso é muito importante, pois nos últimos anos presenciamos grandes conquistas da equipe feminina de judô, como por exemplo, a primeira medalha olímpica de ouro do judô feminino brasileiro, conquistada por Sarah Menezes nas Olimpíadas de Londres em 2012.

Em virtude dessas conquistas o judô é um dos esportes individuais mais populares e difundidos em nosso país, no qual a paixão por essa modalidade incrível começa logo quando criança. Temos milhares de brasileirinhos conhecendo esse esporte e sonhando com a tão sonhada faixa vermelha e com isso garantindo as próximas gerações de campeões.Faixa Preta com inscrição Judô em Japonês

História do judô brasileiro nas Olimpíadas – Como já dito, o judô é o principal esporte olímpico em relação a medalhas individuais. Será um grande desafio superar nas próximas Olimpíadas as marcas conquistadas até a última edição dos jogos, realizados em Londres no ano de 2012.

Historicamente o judô brasileiro conquistou até então 19 medalhas, somando nossa participação em todas as Olimpíadas, sendo ao todo 3 medalhas de ouro, 3 de prata e 13 de bronze. Um dado muito animador é que dessas 19 medalhas, praticamente metades delas foram conquistadas nas ultimas 3 edições dos jogos, sendo:

    • Londres 2012: 1 ouro e 3 bronzes

    • Pequim 2008: 3 bronzes

    • Atenas 2004: 2 bronzes

O Brasil contará com grandes nomes no esporte, que irão dar muito trabalho às competidoras dos outros países, tanto no feminino quanto no masculino.

O Brasil deve contar com representantes nas 14 categorias, 7 masculinas e 7 femininas, e terá um grande desafio à frente, uma vez que estamos falando de um esporte que conta com grandes nomes por todo o mundo.

Em uma relação geral, o judô feminino está mais bem posicionado que o masculino, o que é algo inédito e nos enche de orgulho, uma vez que essa é a prova que os investimentos da Confederação Brasileira de Judô estão surtindo efeito e elevando o nível de competitividade de todos os atletas de ambos os sexos.

Cabe agora esperamos as Olimpíadas Rio 2016 e cruzar os dedos por nossos atletas, mostrando que o Brasil não é somente o país do futebol, mas também é uma das principais potencias desse nobre esporte.

Mais no Matéria Escura

Vela – Rio 2016

Ciclismo de Pista – Rio 2016

Logo Matéria Escura

Pin It on Pinterest

Shares
Share This