Pages Menu
Categories Menu

Posted in Viagens

Pontes Para Conhecer no Mundo

Pontes Para Conhecer no Mundo

As pontes sempre foram um desafio à engenharia humana, que sempre buscou novas técnicas para sua construção, procurando viabilizar o acesso através de rios, canais e, atualmente, até mesmo braços de mar.

Na história, muitas ficaram marcadas por grandes fatos, muitas foram usadas para conquistas, e todas serviram para aproximar os homens, promovendo o comércio e a troca de informações culturais.

Atualmente, algumas pontes merecem destaque, não só pelo arrojo de sua construção, como também pela beleza, pelas técnicas aplicadas e, algumas, pelo tamanho descomunal. Veja abaixo algumas curiosidades sobre as pontes mais importantes do mundo:

Ponte Golden Gate – Ponte do Portão de Ouro, em português, está localizada na Califórnia, ligando a cidade de São Francisco a Sausalito, na região metropolitana da cidade, sobre o estreito cujo nome também batiza a ponte. Além de ser o principal cartão postal da cidade, ela é considerada uma das sete maravilhas do mundo moderno.

A Golden Gate é uma ponte pênsil, mede 2.737 metros de comprimento, se considerarmos os acessos, e 1.966 metros suspensos, com uma distância de 1.280 metros entre as duas torres. Essas torres, que sustentam a ponte, têm 22 metros, sustentando cabos de aço que prendem o tabuleiro.

Imagem da Ponte Golden Gate

Ponte Golden Gate – São Francisco

A ideia de construir a ponte surgiu em 1916, sendo um grande desafio para a época. O estreito de Golden Gate era bastante conhecido pela correnteza e pelos fortes ventos, e muitos consideravam que era impossível construí-la. Sua construção começou em 1933 e terminou em 1937, proporcionando a San Francisco mais acessibilidade às regiões vizinhas, já que é uma cidade praticamente cercada pelas águas do Oceano Pacífico. Para saber mais sobre a Golden Gate, clique aqui.

Viaduto de Millau na França, é uma gigantesca ponte suspensa por cabos, que atravessa o vale do rio Tarn, próximo da cidade de Millau, no sudoeste da França. O viaduto tem 343 metros de altura, tendo sido inaugurado em 2004.

O pilar mais alta do Viaduto de Millau (chamado P2), com seus 343m, é mais alto que a Torre Eiffel com 324m.

A ponte atravessa o vale pelo seu ponto mais alto, formando a última ligação entre Clermont-Ferrand e a região de Languedoc, reduzindo em grande parte a distância antes percorrida, que obrigava os turistas e viajantes a descer até o vale e subir novamente as montanhas para chegar ao sul da França ou à Espanha. Isto causava grandes congestionamentos nos períodos de férias.

Imagem da Ponte Millau - França

Viaduto de Millau – França

O tráfego previsto, quando se projetou o viaduto, era de 10 mil veículos por dia. A média superou as expectativas: chegou-se a um recorde de 53 mil veículos num mesmo dia, em 2006, e, hoje, a média é pelo menos 8% maior do que o previsto. Para saber mais sobre o Viaduto de Millau, clique aqui.

Sidney Harbor Bridge – A ponte da Baía de Sidney, na Austrália, liga o centro financeiro de Sidney com a costa norte da cidade, área comercial e residencial. Inaugura em 1932, sua construção levou 8 anos, estando seu ponto mais alto a 134 acima do nível do mar.

Imagem da Ponte da Baía de Sidney - Austrália

Ponte da Baía de Sidney – Austrália

Até 1967, a ponte era a estrutura mais alta de Sidney e, ainda hoje, é a ponte mais larga e a ponte em arco mais elevada do mundo. A ponte da Baía de Sidney permite travessia rodoviária, ferroviária e de ciclistas, sendo o cartão postal da cidade.

É possível fazer uma passeio pela ponte, conhecido como “Escalada da Ponte – Sidney”. É um passeio caro mas compensador. Para saber mais sobre a Sidney Harbour Bridge, clique aqui.

Tóquio Aqualine – Conhecida no Japão como Tokio Wan e, em inglês como Tokyo Bay AquaLine, a ponte é uma combinação com túnel através da Baía de Tóquio, conectando a cidade de Kawasaki com Kisarazu, fazendo parte da estrada nacional 409. Seu comprimento é de 14 km, incluindo uma ponte de 4,4 km e 9,6 km de túnel abaixo do nível do mar.

Imagem da Tokyo Aqua-Line // Ponte e Túnel

Tokyo Aqua-Line // Ponte e Túnel

Os japoneses construíram uma ilha artificial no ponto de cruzamento entre o túnel e a ilha, com uma área de descanso com restaurantes, lojas e instalações de diversões. Sua construção reduziu em 100 km a ligação entre as duas cidades. Para saber mais, clique aqui (o artigo está em inglês).

Tower Bridge – A Ponte da Torre, em Londres, pode ser considerada uma das mais famosas do mundo. Trata-se de uma ponte basculante, que se levanta para dar passagens aos barcos e navios, e foi construída sobre o rio Tâmisa, em 1894. 

Imagem da Ponte das Torres - Londres

Ponte das Torres – Londres

Atualmente, a Tower Bridge ainda é de grande importância para o tráfego da cidade, mas suas passarelas foram fechadas e hoje abrigam a Tower Bridge Experience, uma exposição sobre sua história. As básculas não são mais movimentadas por máquinas a vapor, como antes, mas esse mecanismo foi preservado para apreciação dos turistas.

Ponte de Rialto – A Ponte de Rialto está localizada em Veneza, sendo a ponte em arco mais antiga e famosa sobre o Grande Canal da cidade. Ela era a única ligação permanente entre os lados do canal, antes que se construíssem outras travessias.

Imagem da Ponte do Rialto - Veneza - Itália

Ponte do Rialto – Veneza – Itália

A primeira ponte a cruzar o Grande Canal foi uma ponte flutuante, em 1181, mas a importância do mercado de Rialto, na outra margem do canal, aumentou o tráfego fluvial, exigindo a construção de uma ponte de madeira, que foi feita com duas rampas inclinadas, unindo-se no centro para ser elevada e permitir a passagem de barcos mais altos.

A ponte de pedra existente hoje é formada por um único arco, tendo sido inaugurada em 1591, baseando-se no desenho da ponte anterior, de madeira. O desenho de engenharia, na época, foi considerado audaz, tendo mesmo muitos engenheiros predito sua queda. No entanto, ainda hoje a ponte permanece, tendo se tornando um dos pontos mais visitados de Veneza. Para saber mais sobre a ponte do Rialto, clique aqui.

Ponte do Brooklin – A New York and Brooklin Bridge, ou simplesmente Ponte de Brooklin, liga os distritos de Manhatan e do Brooklin, em Nova York. É uma das mais antigas pontes suspensas já construídas e ainda em operação. Ao ser inaugurada, era a maior ponte de suspensão do mundo, sendo também a primeira a fazer uso de cabos. Suas imensas torres de suporte já foram as estruturas mais altas de Nova York.

Imagem da Brooklyn Bridge

Brooklyn Bridge

Ela tem uma passarela para pedestres e ciclistas que fica acima da área reservada aos carros. É possível cruzar a ponte e aproveitar para conseguir excelentes fotos da cidade.

A ponte está situada sobre o East River, tendo sua construção iniciado em 1869 e terminado em 1883. Já no primeiro dia de uso, mais de 1800 veículos e 150 mil pessoas atravessaram para o outro lado.

Para saber mais sobre a Ponte do Brooklyn, clique aqui.

Ponte Otávio Frias de Oliveira – A ponte Otávio Frias de Oliveira é a conhecida Ponte Estaiada, em São Paulo, fazendo parte do Complexo Viário Real Parque, formada por duas pistas estaiadas, em curvas independentes de 60°, cruzando o rio Pinheiros, no bairro do Brooklin.02-Ponte-Otavio-Frias

É a única ponte estaiada do mundo com duas pistas em curva conectadas a um mesmo mastro. Foi inaugurada em 2008, após três anos de construção, sendo hoje um dos famosos cartões postais paulistanos. Para saber mais sobre a Ponte Otávio Frias de Oliveira, clique aqui.

Esses foram alguns exemplos das pontes que são grandes pontos turisticos, caso esteja perto de uma delas, vale a pena visitá-las, pois são verdadeiros cartões postais.

Mais no Matéria Escura

Nova York – Dicas de um Turista Acidental

Budapeste – Visitar, Conhecer e Aproveitar

Chapadas e Canyons no Brasil – Sem Medo do Dólar

ME-Icone-Final-50pc

Pin It on Pinterest

Shares
Share This